Notícias

Vitão: Jorge Jesus no Galo seria a cerejeira inteira no bolo do atleticano


Vitão: Jorge Jesus no Galo seria a cerejeira inteira no bolo do atleticano

O técnico

Cuca decidiu deixar o comando do Atlético-MG

após uma temporada na qual conquistou títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil, deixando o clube à procura de um treinador justamente no dia em que o português

Jorge Jesus ficou livre no mercado

ao rescindir o contrato com o Benfica, sendo um possível nome para os dirigentes atleticanos.

No

UOL News Esporte

, Vitor Guedes afirma que Jesus seria um ótimo nome para o Galo e ainda deixaria um gosto amargo para o torcedor do Flamengo, com a decepção de ver o português desembarcar em um rival nacional histórico, tudo isso em um ano no qual o atleticano não vibrou apenas com as conquistas, mas também por ver o fracasso do maior rival

Cruzeiro

.

“Eu acho que o Jorge Jesus seria um ótimo nome, até porque o

Atlético-MG

perdeu o Cuca e pelo ódio futebolístico que o atleticano sente pelo rubro-negro desde os anos 1980, e o Flamengo sempre foi para o Atlético-MG o segundo maior rival, logo atrás do Cruzeiro, e com a pindaíba em que está o Cruzeiro, técnica, esportiva, na segunda divisão, o Flamengo virou ali o principal rival, o atleticano não esquece os confrontos dos anos 1980, as arbitragens, olha para o Flamengo sempre com um complexo de ter perdido os seus melhores anos com Reinaldo e Cerezo para o time do Zico. Seria assim o golpe fatal”, diz Vitão.

“O atleticano já estava se divertindo com essa cena porque o Flamengo fez tudo errado. Se o Flamengo tentasse o que aconteceu, mas ele foi no jogo do Porto, aí tem gente dando risadinha, o flamenguista deu a maior audiência para a

ESPN Brasil

semana passada para assistir o jogo do Porto, mas quem comemora a derrota é o atleticano se isso acontecer”, completa.

O jornalista afirma que se o Galo realmente conseguir contratar Jorge Jesus, será um desfecho dos sonhos do ano do atleticano com mais uma vitória, desta vez fora de campo.

“Seria um final de novela, um final de ano, o ano do Atlético-MG foi quase perfeito, não foi perfeito por causa da

Libertadores

, viu o rival não subir para a Série A, ganhou o Brasileiro depois de 50 anos, ganhou o Mineiro, está bem e aí você acaba o ano pegando o treinador que era o dos sonhos do rival”, diz Vitão.

“Se essa notícia se consolidar, e é bastante possível, quem tem dinheiro hoje para pagar Jesus? O Atlético-MG. Quem quer o Jesus? Só o

futebol

brasileiro, em Portugal ele está queimadíssimo e nenhum outro lugar do mundo fez proposta para ele, ele só tem esse tamanho no Brasil, então seria um final de ano assim, não seria a cereja, seria a cerejeira inteira em cima do bolo no final do ano do atleticano”, conclui.

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.