Notícias

Vitão: Flamengo esperou tanto pelo Jesus e queimou a largada um dia antes


Vitão: Flamengo esperou tanto pelo Jesus e queimou a largada um dia antes

O Flamengo enviou dirigentes a Portugal, teve encontro deles com Jorge Jesus, mas optou por não esperar o desfecho em relação ao que ele faria com o contrato vigente no Benfica, acertando com Paulo Sousa, outro português, para comandar o time em 2022. Só que hoje (28), depois de problemas com o elenco do clube português, o Mister rescindiu o contrato com os Encarnados e está livre no mercado.

No UOL News Esporte, Vitor Guedes comenta a situação e considera que o Flamengo acabou fazendo tudo errado na ida a Portugal e a exposição que causou sem conseguir fechar com o treinador que era o preferido da torcida, que tem desconfiança em relação ao contratado Paulo Sousa.

“O Flamengo embaçou, esperou por Jesus o tempo todo e aí queimou a largada um dia antes. Esperou tanto. É o pior dos mundos o que aconteceu com o Flamengo. O Flamengo é maior que o Zico, que dirá em relação ao Jorge Jesus. O meu ponto é que times de massa, como o Flamengo, mas vale para

Corinthians

, para

Atlético-MG

, se o cara que chegar não cair nas graças da torcida, a chance de dar certo é mínima”, afirma Vitão.

“O Flamengo tinha que desencanar do Jesus, mas deixar claro para a torcida ‘a gente tentou e ele não quis’. Fez tudo ao contrário, foi para Portugal, deu a entender que seria o Jesus, postou foto rindo no Dragão, no jogo em que o Porto ganhou do Benfica e aí um dia antes você desiste da contratação e o Jorge Jesus, que usa a mídia muito bem a favor dele, deixa vazar coisas, deixou vazar entre colegas da imprensa que ficou bravo com o Flamengo porque se precipitou, poderia esperar até o dia 30, que é o jogo com o Porto. Ficou para a torcida do Flamengo a sensação assim ‘esperou até agora, se esperasse, ele queria vir para a gente'”, completa.

O jornalista também cita o fato de Paulo Sousa não ser nem o primeiro nome além de Jesus na lista de treinadores relacionados à busca do Flamengo, lembrando que havia Carlos Carvalhal como candidato, o que deixa a sensação de derrota para o torcedor.

“Foi o pior dos mundos. E outra, o Flamengo queria primeiro Carvalhal, tinha que pagar multa, falou em Vitor Pereira, o Paulo Sousa chega e não era nem o primeiro nome dos não jesuítas. Foi muito mal feito, se fosse assim, o Flamengo foi a Portugal atrás do Paulo Sousa e trouxe, seria outra sensação. O currículo dele como treinador não é muito grande, mas o do Abel Ferreira, que chegou no Palmeiras, era menor que isso e ganhou tudo aqui, não acho que isso é um empecilho, até porque os times que ele treinou, ele não tem culpa de não ter sido campeão”, diz Vitão.

“Agora, é frustrante. Você vai para Portugal, vai no jogo do Porto, posta foto, vai jantar com o cara, isso é divulgado e traz um treinador que não era nem falado como primeiro nome não Jesus. A sensação é a pior possível, a sensação do flamenguista que era ruim ontem, hoje ficou pior ainda com o Jesus livre no mercado”, conclui.

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.