Notícias

‘A gente vê uma narrativa em cima de fatos que não procedem, não tem problema de relação do grupo com o treinador’, diz Spindel

Spindel 'A gente vê um narrativa sendo construída em cima de fatos que não procedem, não tem problema de relação do grupo com o treinador', diz Spindel
Foto: Reprodução / FlaTV

Nesta sexta-feira (8), o Vice-Presidente de Futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o Diretor Executivo Bruno Spindel, concederam uma entrevista aos jornalistas presentes no Ninho do Urubu após a coletiva de apresentação dos novos reforços do clube, o lateral Ayrton Lucas e o goleiro Santos.

Os dirigentes responderam algumas perguntas sobre o turbulento momento que o Rubro-Negro vive, acumulando resultados negativos e com uma provável crise interna, entre atletas do elenco com Paulo Sousa.

Siga o Diário do Fla no Twitter

No entanto, Bruno Spindel credita essa suposta crise no clube como uma narrativa da imprensa. Segundo o Diretor Executivo de Futebol, o relacionamento dos dirigentes e do elenco com o treinador português são bastante boas, e que inclusive, há uma confiança geral no trabalho do Mister.

”As relações são muito boas, do Marcos com o treinador, com o grupo, do grupo com o treinador. A gente vê um narrativa sendo construída em cima de fatos que não procedem, não tem problema de relação do grupo com o treinador, nem do treinador com o grupo. A gente fica estarrecido quando vê narrativas como essas e fatos que não procedem saindo na mídia, de brigas que não existiram, a gente não consegue entender.”, declarou Bruno Spindel, que emendou:

”A gente tem total confiança no treinador, na comissão técnica, no grupo. Tem um trabalho que está em curso, precisa de tempo para o resultado aparecer. Fizemos cinco contratações, discutimos com o Paulo durante a viagem, o que era necessário para qualificar o elenco. Alguns ajustes foram feitos conforme ele foi conhecendo o elenco, colocando a ideia dele em prática, os jogos foram acontecendo. Trouxemos as peças que julgamos, em conjunto com o treinador, necessárias para qualificar o elenco. O Fabrício está lesionado, Ayrton e Pablo também, e o Santos ainda nem estreou. Então entendemos que essas peças vão qualificar o elenco e ajudar o trabalho do Mister.”.

Acompanhe o Diário do Fla no Instagram 

Além disso, Spindel também rechaçou as críticas que apontavam uma falta de profissionalismo no departamento de futebol do clube.

”Sobre as funções, há uma estrutura profissional em todas as áreas do clube. Tem uma falácia na mídia de que o clube não é profissional, queremos atingir os objetivos e metas determinados e estamos trabalhando. Temos funções muito claras e temos uma relação muito boa, claro que tem cobranças, o Marcos e o Presidente Landim me cobram muito. Abaixo de mim temos diversos departamentos, todo um corpo profissional em cada uma dessa gerência para que o clube possa atingir os objetivos. Landim, como o Marcos já cansou de falar, da excelência e tem muita clareza em suas ideias. Sendo estatutário ou não, o que eu posso garantir é que deixamos tudo que a gente tem aqui no Flamengo. Deixamos tudo, esforço, comprometimento e objetivos”

Curta o Diário do Fla no Facebook

Por fim, Bruno Spindel comentou sobre a renovação de contrato com Diego Alves, Diego Ribas e Filipe Luis. Os jogadores que fazem parte da ”geração 85” vem sofrendo bastante críticas de torcedores, muitos alegando que os atletas já estão com uma idade avançada e não conseguem mais desempenhar o bom futebol que recentemente jogavam.

“Filipe jogou quase 5mil minutos em 2021, eu acho que é o ano da carreira que jogou mais. Diego Alves mais de 4 mil minutos. Até o meio do ano, o Diego (Ribas) era quem tinha mais minutos. Diego Alves foi fundamental para chegarmos na final da Libertadores. Esse foi o pano de fundo para nossa decisão de renovação por mais um ano”, revelou.



Link do Artigo do DiariodoFla.com.br

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.