Notícias

Marcos Braz abre o jogo sobre relação com Paulo Sousa no Flamengo, e Spindel desabafa: ‘Ficamos estarrecidos com narrativas e fatos que não procedem’

Marcos Braz e Bruno Spindel falaram em entrevista coletiva nesta sexta-feira (8) durante as apresentações dos reforços Ayrton Lucas e Santos

O clima no CT Ninho do Urubu nesta sexta-feira (9) era de tensão.


Membros de torcidas organizadas do Flamengo cobraram os jogadores, xingaram Marcos Braz e só pouparam Arrascaeta


. Internamente, divergências na relação entre o técnico

Paulo Sousa

, o elenco e a diretoria comprometem o ambiente.

Durante apresentação de

Ayrton Lucas

e

Santos

, o vice de futebol e

Bruno Spindel

, diretor executivo, abriram o jogo sobre a relação com o técnico português e negaram qualquer tipo de mal-estar entre as partes.



A minha relação com o Paulo (Sousa) é a melhor possível

. Nós estávamos ali dentro, almoçando, a gente vem sistematicamente conversando, desde Portugal a gente sempre teve um relacionamento direto. O que aconteceu foi que, quando eu fiz a minha viagem, e depois eu peguei COVID-19, de novo, a gente ficou um pouquinho mais sem essa relação pessoal, mas isso aí acho que são 10, 15 dias. Só para deixar claro que a minha relação é a melhor possível, a confiança, não só no técnico, mas como em toda a comissão técnica, ela é bem clara, bem exposta”, começou por afirmar Braz.

“Agora, quando a bola não entra, temos algumas outras dificuldades, tem questionamentos de todos os lados, situações de tudo quanto é lado. Diariamente, eu nem confirmo e nem desminto o jornalista, porque se eu for fazer isso, ficar confirmando pautas ou desmentindo pautas, eu não faço outra coisa.

O que eu posso falar é que a minha relação é a melhor possível

, os questionamentos, as relações que eu tenho, supostamente quando se fala no que eu falei, você pode ter certeza absoluta que eu respeito o jornalista, respeito a fonte do jornalista, mas o que eu posso te falar, caso se chegou desta maneira, chegou totalmente fora de contexto”, completou.



As relações são muito boas do Marcos com o treinador, com o grupo, minha com o treinador, com o grupo, do treinador com o grupo, a gente vê uma narrativa sendo construída em cima de fatos que não procedem. Não tem problema de relação do grupo com o treinador, não tem problema de relação do treinador com o grupo. A gente fica estarrecido quando vê algumas narrativas como essa e fatos que não procedem saindo na mídia. De brigas que não existiram, a gente não consegue entender

. De forma nenhuma essas questões procedem, temos total confiança no treinador, na comissão técnica, no grupo. Tem um trabalho que está em curso, precisa de tempo para o resultado aparecer, a gente fez cinco contratações, a gente discutiu com o Paulo durante a viagem o que era necessário para qualificar o elenco, alguns ajustes foram feitos, conforme foi conhecendo o elenco, colocando em prática as ideias dele, os jogos foram acontecendo”, declarou Spindel.

“Fizemos alguns ajustes, fomos atrás de algumas peças, o processo do Banco Central atrapalhou um pouquinho e retardou um pouco o nosso movimento no mercado, trouxemos as peças que, em conjunto, julgávamos necessárias com o treinador para qualificar o elenco neste momento. O

Fabrício

hoje está lesionado, Ayrton (Lucas),

Pablo

, e o Santos ainda não estreou. A gente entende que essas peças vão qualificar o elenco e ajudar o trabalho do mister, e ajudar o Flamengo a dar resultado.

Confiança total no trabalho, as ideias são claras, o dia a dia de trabalho é muito claro, a programação é clara, todos os treinamentos têm objetivos muito claros, o treinador é muito claro nas ideias, a relação é boa

. Óbvio, tem jogos que o Flamengo vai se comportar de uma forma melhor, vai ter uma performance maior, outros não. A gente tem uma frustração de todos aqui do clube de não ter ganho a Supercopa e Estadual, óbvio, era o nosso desejo, todo mundo trabalhou para isso. O clube teve chance de ganhar as duas finais. Óbvio que está todo mundo muito frustrado e muito focado e trabalhando muito duro para reverter estes resultados nas próximas competições, e com confiança total no treinador e na comissão técnica”, completou o diretor executivo.

O Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro no próximo sábado (10), às 19h, contra o


Atlético-GO


, em Goiânia, no Estádio Antônio Accioly

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.