Notícias

Flamengo se esforça, mas não evita derrota para Athletico-PR pelo Brasileirão

Flamengo x Athletico Paranaense-PR – Campeonato Brasileiro – 23-04-2022 – Foto: Marcelo Cortes
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo – Marcelo Cortes / Flamengo

Flamengo x Athletico Paranaense-PR – Campeonato Brasileiro – 23-04-2022 – Foto: Marcelo Cortes
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Marcelo Cortes / Flamengo

Rio – Com o time repleto de novidades, o Flamengo teve uma atuação abaixo do esperado e perdeu por 1 a 0 para o Athletico-PR neste sábado, na Arena da Baixada, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

A estreia do zagueiro Pablo não foi o suficiente para disfarçar ao menos os erros nas ações defensivas do Flamengo. No primeiro tempo, o volante Willian Arão, que fechou a linha de três no setor defensivo, cometeu um erro crasso, aos 21 minutos, após errar a saída de bola dentro da área e entregar para o atacante Cirino. Na ocasião, o jogador do Athletico-PR perdeu o domínio e não conseguiu prosseguir com a jogada do Furacão.

No entanto, antes de acontecer o erro de Willian Arão, o Flamengo iniciou a partida pressionando o Athletico-PR, mas sem criatividade para penetrar a área do goleiro Bento. Pelo lado esquerdo, com Marinho de ala, o atacante não conseguiu atuar da melhor maneira possível para agredir o clube paranaense. Na direita, com Isla, o Rubro-negro não apareceu.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, Pedro atormentou a defesa do Athletico-PR. Na ocasião, o centroavante fez uma boa jogada individual, se livrou da marcação e finalizou rasteiro para o gol de Bento. No entanto, a bola desviou em Matheus Felipe e saiu pela linha de fundo. Apesar de ter ficado com mais posse de bola, o Furacão criou mais chances de perigo. Aos 25, o atacante Vitinho partiu pela esquerda, tocou para Terans perto da área, que finalizou forte e explodiu a trave da Arena da Baixada.

E não parou por aí. Pouco tempo depois, aos 29 minutos, o Athletico-PR conseguiu um pênalti. Na ocasião, Cirino tinha avançado com a bola pelo lado esquerdo, mas antes de cortar para dentro, o lateral-direito Isla derrubou o atacante dentro da área. Na cobrança, Terans cobrou no canto direito de Hugo Souza e abriu o placar para o Furacão.

Para tentar empatar a partida, o centroavante Pedro apareceu novamente aos 38 minutos, dentro da área. O atacante, com marcação, girou rápido, finalizou, mas o goleiro Bento encaixou com tranquilidade. No entanto, o Athletico-PR, aos 40, teve mais uma oportunidade.

Antes do término da etapa inicial, Arrascaeta não quis esperar e ameaçou o goleiro Bento. Aos 43 minutos, o meia-atacante uruguaio do Flamengo trocou passes com Pedro, entrou na área e finalizou forte pro gol. No entanto, o arqueiro do Athletico-PR conseguiu fazer uma boa defesa.

No retorno ao segundo tempo, Paulo Sousa tirou Lázaro e colocou Everton Ribeiro na partida. Com o time um pouco mais entrosado, Marinho recebeu a bola no primeiro minuto, tocou para Arrascaeta, que avançou pelo lado esquerdo, cruzou rasteiro, mas o goleiro Bento se adiantou e encaixou para afastar o perigo.

Apesar das mudanças, o Flamengo continuou com muita dificuldade para entrar na defesa do Athletico-PR. Por outro lado, o Furacão permaneceu ameaçando a defesa rubro-negra carioca e por pouco não ampliou o placar. Aos 19 minutos da etapa inicial, o Terans aproveitou a sobra pelo meio, avançou e finalizou em cheio para a linha de fundo. A bola passou perto das traves do gol de Hugo Souza.

Ainda assim, o técnico Paulo Sousa substituiu Thiago Maia por Gabigol, e João Gomes por Andreas Pereira. O centroavante Pedro permaneceu na partida, apesar de não ter feito um bom jogo. Por outro lado, o técnico português continuou investindo no empate e, por isso, substituiu Marinho por Diego Ribas. O Rubro-negro, apesar de ter bastante caras conhecidas, não ofuscou o placar na Arena da Baixada.

Por outro lado, aos 27 minutos, Léo Pereira mostrou serviço após tabelar com o volante Andreas Pereira. Na ocasião, o zagueiro cruzou, mas o goleiro Bento conseguiu se adiantar para encaixar e afastar o perigo. A atuação do Flamengo não foi brilhante e apresentou uma equipe, mesmo com inúmeras tentativas, deficiente e com muita dificuldade para assimilar o jogo.

Na reta final da partida, o Flamengo foi para o tudo ou nada. Nada foi o que restou. Fora de casa, o Rubro-negro carioca não foi eficiente e provou que, apesar de ter bons jogadores e bastante decisivos no elenco, precisará ainda compreender o que será realizado para a sequência desta temporada sob o comando de Paulo Sousa. No caso do Athletico-PR, Carille ainda tem poucas partidas como técnico do clube paranaense, mas já compreendeu o que a equipe da Arena da Baixada deve fazer nesta temporada.

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.