Notícias

Bruno Henrique desabafa, reclama de imprensa e ‘páginas de Instagram’ e é direto sobre relação do elenco do Flamengo com Paulo Sousa

Bruno Henrique esbanjou sinceridade em entrevista após o empate por 1 a 1 do time carioca com o Atlético-GO

Após o


empate por 1 a 1 com o Atlético-GO, neste sábado (9), pelo Campeonato Brasileiro


, o atacante

Bruno Henrique

, do


Flamengo


, aproveitou para desabafar.

Em entrevista ao

Premiere

, ele salientou que o time carioca buscou a vitória o tempo todo em Goiânia, mas lamentou o tropeço na estreia da Série A.

“Jogo muito difícil, no qual a nossa equipe se comportou bem e conseguiu fazer aquilo que o Paulo Sousa pediu. É o começo. A gente sabe que o Brasileiro é muito difícil, mas em todos os jogos a gente vai jogar para vencer, seja em casa ou fora. Hoje, não conseguimos vencer, mas levamos um ponto para casa, que será muito importante lá na frente”, afirmou.

Em seguida, questionado sobre a relação entre o elenco rubro-negro e o treinador português, o camisa 27 foi bastante direto.

Bruno também aproveitou para reclamar das últimas notícias publicadas sobre os bastidores agitados do Fla e criticou as “páginas de

Instagram

” que falam sobre a equipe.

Por fim, ele negou que tenha se atrasado para um treino e levado multa de Paulo Sousa, como alguns perfis de redes sociais chegaram a divulgar.

“Sobre nossa relação com o Paulo, o Flamengo é maior que qualquer um. A gente não está aqui para poder fazer qualquer tipo de ‘panela’ ou ter qualquer tipo de atitude desrespeitosa com o Paulo”, iniciou.

“A gente tem que pensar um pouquinho.. Porque tudo que sai na imprensa acaba gerando uma turbulência dentro do clube. Então, a gente tem que parar para pensar. O Flamengo é muito grande. O time tem diversas páginas no Instagram, todo mundo falando uma coisa… Mas o intuito nosso é direcionar para um lado só: focar em buscar nossos objetivos”, seguiu.

“Toda hora sai alguma coisa (em páginas de Instagram), falando de jogador, de ‘panela’, de negócio de horário… Desde a época do Mister (Jorge Jesus) sempre teve horário. O Rogério (Ceni) veio e teve horário também. O Renato (Gaúcho) veio e teve horário também… E eu nunca descumpri horário nenhum. Chego uma hora antes para fazer tudo o que eu preciso. E é isso”, encerrou.

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.