Notícias

Análise: Flamengo estreia com vitória na Libertadores que mais traz preocupação do que esperança

O placar de 2 a 0 costumeiramente indica uma vitória convincente. O

Flamengo

, porém, passou longe disso em sua estreia na Libertadores 2022, contra o Sporting Cristal, em Lima. Abusou dos erros técnicos, não acelerou o jogo em nenhum momento e nem envolveu

o sétimo colocado do Campeonato Peruano.

Pouco agressivo, nada criativo e em ritmo sonolento, o

Flamengo

que travou um duelo equilibrado com o Cristal na etapa final mais preocupa do que dá esperanças pensando na sequência da temporada.

O time de Paulo Sousa nitidamente não evoluiu depois de duas atuações muito ruins contra o Fluminense e vitórias nada animadoras sobre o Vasco.

Gabigol teve atuação apagada em Lima — Foto: ERNESTO BENAVIDES / AFP
1 de 4 Gabigol teve atuação apagada em Lima — Foto: ERNESTO BENAVIDES / AFP

Gabigol teve atuação apagada em Lima — Foto: ERNESTO BENAVIDES / AFP

Peças diferentes, linha de três mantida

Apesar de a escalação inicial sugerir uma mudança de sistema, Paulo Sousa manteve a linha com três zagueiros: Gustavo Henrique pela direita, David Luiz por dentro e Filipe Luís na esquerda. Arão e Maia como volantes, e a última linha antes de Gabigol com Bruno Henrique e Andreas pela esquerda, e Matheuzinho e Everton Ribeiro pela direita.

Diante de um adversário muito limitado, o

Flamengo

foi discretíssimo na etapa inicial. Abriu o placar após dois erros de saída de bola do Sporting Cristal, Arão foi esperto e tocou de primeira. Matheuzinho cruzou na medida, e Bruno Henrique marcou aos 21 minutos.

Depois disso, os rubro-negros não criaram praticamente mais nada. Foram apenas quatro finalizações e pouquíssima penetração.

Bruno Henrique toca para marcar o primeiro gol do Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL
2 de 4 Bruno Henrique toca para marcar o primeiro gol do Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL

Bruno Henrique toca para marcar o primeiro gol do Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL

A etapa foi marcada por muitos erros técnicos do meio-campo, e Thiago Maia, que não jogava desde 12 de março, não correspondeu. Justiça seja feita com Thiago. Não só ele foi mal, poucos jogaram bem contra o sétimo colocado do Peruano. É bom repetir como está posicionado o adversário rubro-negro dentro de seu respectivo campeonato nacional.

O

Flamengo

conseguiu voltar ainda pior para o segundo tempo. O repertório de jogadas continuou reduzidíssimo, e o time se encolheu.

A presença ofensiva rubro-negra foi praticamente nula, e as finalizações vieram em tomadas de decisões erradas. Em uma, Andreas chutou fraquinho. Em outra, Gabigol tinha a opção de Ribeiro livre, mas preferiu o chute em cima da defesa.

Não bastasse a falta de criação, o

Flamengo

, diferentemente do acontecido na etapa inicial, ainda foi ameaçado. Hugo fez grande intervenção em chute de Ávila após corte errado de Gustavo Henrique.

Paulo Sousa durante Sporting Cristal x Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL
3 de 4 Paulo Sousa durante Sporting Cristal x Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL

Paulo Sousa durante Sporting Cristal x Flamengo — Foto: Staff images /CONMEBOL

Peças foram mexidas ao longo da etapa, mas o

Flamengo

mudou para pior. Chutões para frente, pouquíssimas triangulações e erros aos montes.

O gol aos 41 minutos da etapa final, marcado por Matheuzinho após grande passe de Lázaro, serviu somente para mudar o placar do jogo, mas insuficiente para apontar qualquer tipo de crescimento.

Perguntado sobre a falta de inspiração, Paulo Sousa foi bem direto e admitiu que o

Flamengo

priorizou o resultado.

– Hoje era o dia de consistência no nosso jogo com vistas ao resultado, iniciar bem esta competição bem prestigiada. E queríamos prestigiá-la exatamente com uma vitória. Penso que a equipe fez tudo aquilo que estava previsto para fazer de forma consistente e para poder sair daqui vencedora.

Vencer era preciso, e o

Flamengo

, obviamente, atenuou a dor pela perda do Carioca. Porém mostrou na bola e nos econômicos números (apenas 51% de posse de bola e oito finalizações) que ainda está devendo muito em 2022.


+ Contratações do Flamengo para 2022: veja quem chega, quem fica e quem vai embora do clube


+ Leia mais notícias do Flamengo

O

podcast ge Flamengo

está disponível nas seguintes plataformas:

🎧 Globoplay –

clique aqui para ouvir!

🎧 Spotify –

clique aqui para ouvir!

🎧 Google Podcasts –

clique aqui para ouvir!

🎧 Apple Podcasts –

clique aqui para ouvir!

🎧 Pocket Casts –

clique aqui para ouvir!

▶️ Dá o play!


Assista: tudo sobre o



Flamengo



no ge, na Globo e no sportv


4 de 4

Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.