Notícias

Retrospecto mostra que falta ao Flu resistir ao Fla em decisão


Retrospecto mostra que falta ao Flu resistir ao Fla em decisão
30/3/2022 10:15

Diego, do Flamengo, e Willian Bigode, do Fluminense, disputam a bola sob olhares dos companheiros
Imagem: Gilvan de Souza / Flamengo

A final do Campeonato Carioca, que começa hoje (30), coloca em campo uma rivalidade que tem vivido cenários distintos nas últimas temporadas. Enquanto o Fluminense tem tido retrospecto melhor nos clássicos mais recentes, o Flamengo tem triunfado nos jogos decisivos. Logo mais, às 21h40 (horário de Brasília), no Maracanã, as equipes se encontram para uma espécie de tira-teima.

Protagonistas de um duelo centenário, Rubro-Negro e Tricolor vão disputar o troféu pelo terceiro ano consecutivo. O time da Gávea chegou à final após eliminar o Vasco, enquanto o das Laranjeiras, campeão da Taça Guanabara, deixou para trás o Botafogo.

LEIA TAMBÉM: Ex-Fluminense chegará ao Flamengo lesionado; clube fará reavaliação

Nas duas últimas finais, melhor para a equipe da Gávea, que, caso volte a vencer, conquista o inédito tetracampeonato. Já o time das Laranjeiras tenta encerrar um jejum que vem desde 2012.

Vale ressaltar que, nesta fase do torneio, não há vantagem para lado algum. Por ter tido a melhor campanha, o Flu escolheu ser o mandante do segundo jogo, e os dois jogos serão no Maracanã, uma vez que os clubes dividem a administração do estádio

De 2020 para cá, o Tricolor até tem feito jus ao trecho “ganhar Fla x Flu é normal” da música entoada pela torcida. Neste período, foram 13 jogos, com seis vitórias, contra cinco triunfos do Rubro-Negro, e dois empates. Destes triunfos do time das Laranjeiras, três foram pela fase primeira fase dos Estaduais e três pelos Campeonatos Brasileiros, disputado em pontos corridos.

Alguns foram mais marcantes, como a vitória por 2 a 1, de virada, com gol nos acréscimos de Yago Felipe, pela competição nacional de 2020, e o resultado positivo de 3 a 1 com dois gols do jovem John Kennedy, pelo Brasileiro do ano passado.

O Flamengo, por sua vez, “riu por último” nos jogos que tinham mais peso, como na semifinal da Taça Guanabara de dois anos atrás, e nas finais das duas últimas edições do Carioca, quando se sagrou campeão.

No segundo encontro da decisão de 2020, Vitinho marcou nos minutos finais e decretou a conquista da taça, depois do triunfo rubro-negro por 2 a 1. No ano passado, Gabigol anotou duas vezes na vitória por 3 a 1, após o empate em 1 a 1 no primeiro confronto, e ajudou a equipe a chegar ao topo do pódio.

O último encontro entre as equipes foi no início do mês passado, com vitória do Flu por 1 a 0, após Arias balançar a rede já na reta final do confronto. Na atual conjuntura, porém, as duas equipes tentam apresentar um melhor desempenho.

Após vitórias sobre o Vasco, atualmente na Série B do Brasileiro, que não convenceram, o técnico Paulo Sousa ainda busca ajustes por uma melhor atuação.

“Enfrentamos um adversário que procurou defender, contra-atacar e buscar situações nas bolas paradas. Foi mais ou menos o que aconteceu durante o jogo. No segundo tempo, nosso adversário procurou ter um pouco mais de velocidade e arriscou em nível individual uma pressão mais rápida. Muitas vezes jogamos muito para trás e temos que superar essa pressão. É algo que temos que melhorar, sobretudo nos últimos minutos de jogo, quando temos mais controle. Se sairmos dessa pressão, teremos mais espaço para encontrar capacidade de finalização”, disse.

Já o Fluminense vive momento conturbado depois da eliminação na terceira fase preliminar da Libertadores. Nos dois duelo com o Botafogo, a performance foi aquém do esperado, algo admitido pelo técnico Abel Braga.

“Nós não estamos fazendo, em campo, nada do que combinamos. No quinto clássico, é a primeira derrota. Nós nos classificamos por tudo o que foi feito durante o campeonato, mas o que fizemos no campeonato não foi o que fizemos agora. Temos que melhorar. Melhorar em uma semana onde os jogadores nem vão entrar em campo. Vamos ter que melhorar no papo, no papel. Hoje [o rendimento] não cresceu [após as substituições]. Jogamos muito para trás. Não demos opção para quem tinha a bola. A pegada do Botafogo não deixou a gente ter essa tomada de decisão mais correta”, apontou.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO X FLUMINENSE

Competição: Campeonato Carioca – jogo de ida da final
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Dia: 30 de março de 2022 (quarta-feira)
Horário: 21h40 (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Rosa de Oliveira Esposito
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga

FLAMENGO: Hugo Souza; Fabrício Bruno, David Luiz e Filipe Luis; Matheuzinho, Willian Arão, João Gomes e Lázaro; Arrascaeta (Everton Ribeiro), Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Paulo Sousa

FLUMINENSE: Fábio; Manoel, Felipe Melo e David Braz; Calegari, André, Martinelli (Yago) e Pineida; Luiz Henrique, Willian Bigode e Cano. Técnico: Abel Braga

Retrospecto, mostra, Flu, resistir, Fla


105 visitas – Fonte: Uol



VEJA TAMBÉM

Ayrton Lucas é aprovado em exames e Flamengo finaliza documentação para anúncio e inscrição na Libertadores

Dificuldades climáticas atrasam chegada de Arrascaeta e Isla para final do Carioca

Flamengo freta avião para ter Arrascaeta e Isla em Fla x Flu decisivo

VEJA: Flamengo volta ao Piauí após 10 anos: veja o valor para acompanhar o time e o histórico do clube no Estado

CONFIRA: Confira a maratona de jogos do Flamengo nas próximas semanas

E MAIS:

CEBOLINHA NO FLAMENGO OU PALMEIRAS? LISTA PRO MUNDIAL; DIEGO COSTA VEM HJ? ANDREAS: MICHAEL E MAIS

Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!
Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas



Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.