Notícias

Jogadores de clubes da Ucrânia poderão atuar por empréstimo no Brasil? Entenda


Jogadores de clubes da Ucrânia poderão atuar por empréstimo no Brasil? Entenda
1/3/2022 17:51

Agentes iniciam movimento e tentam apoio de FIFA e UEFA para que atletas de clubes ucranianos sejam negociados por empréstimo no mercado da bola

Os jogadores de futebol que deixam a Ucrânia em busca de abrigo ainda não definiram o futuro profissional. Atualmente cerca de 30 brasileiros disputam a primeira divisão do futebol ucraniano. O grupo tenta se refugiar em outros países e deixa a cargo de seus representantes a decisão sobre o próximo passo na carreira em meio ao conflito bélico que assombra o leste europeu, especialmente Rússia e Ucrânia.

LEIA TAMBÉM: Após polêmica, Flamengo define punição para o lateral Isla; confira

A GOAL apurou que há um movimento orquestrado por agentes e advogados de atletas brasileiros e sul-americanos com o intuito de buscar acordos para que eles atuem por empréstimo em outros países. A condição de excepcionalidade vivida na Ucrânia é o principal argumento adotado nas conversas.

O grupo tenta apoio de FIFA, UEFA e federações nacionais para que eles sejam registrados em outros clubes. O desejo inicial é que todos os acordos sejam em formato de empréstimo. Entretanto, em caso de inadimplência dos ucranianos em pagamentos de salários em até três meses, há a possibilidade de rescisão unilateral por parte dos atletas.

A reportagem tentou uma posição oficial de UEFA e FIFA no início da manhã desta terça-feira (1). Contudo, ainda não recebeu um posicionamento formal das entidades. Figuras ligadas aos atletas confirmam que tentam conversas com as entidades com o intuito de permitir que os jogadores atuem por outros países.

Os representantes de jogadores, todavia, são unânimes em apontar os dois principais obstáculos para a saída. O primeiro é referente ao fato de a guerra ter se iniciado há menos de uma semana. O conflito bélico ainda é incipiente e pode ser encerrado a qualquer momento, o que poderia abreviar os problemas envolvendo o esporte no país. O segundo é o fato de as principais janelas de transferências do futebol estarem fechadas. Os clubes das principais ligas não podem inscrever novos atletas no momento — o mercado da bola volta a se aquecer em julho deste ano no continente.

Dentre as principais janelas de transferências, somente quatro estão abertas para receber os jogadores sem problemas: Japão, Brasil, China e Estados Unidos.

Um exemplo é David Neres, que pertence ao Shakhtar Donetsk. Ele interessa ao São Paulo. Os paulistas, porém, não apresentaram uma proposta ou iniciaram conversas para que ele chegue ao Morumbi. Há a preocupação com os traumas relatados pelo atleta. O clube só avançará em tratativas se o jogador der o OK para conversar sobre o seu futuro.

RÚSSIA NÃO VIVE MESMO PROBLEMA

Enquanto os brasileiros sofrem para deixar a Ucrânia em busca de abrigo, a situação é bem diferente no futebol russo. Representantes de atletas no país foram procurados pela GOAL para falar sobre o futuro profissional dos jogadores que lá estão.

Hoje, não há um movimento voltado para a debandada em massa de atletas do país, responsável por iniciar a guerra no leste europeu.

A reportagem escutou de ao menos duas fontes que há segurança no país presidido por Vladimir Putin. Há alguns jogadores que cogitam a saída do local, mas não se trata de um movimento uniforme. Aqueles que pensam em deixar o futebol russo agem por causa das sanções recebidas pelo país de entidades como FIFA e UEFA.

Veja o que aconteceu com brasileiros no futebol ucraniano:

• SHAKHTAR DONETSK
Marlon Santos, Vitão, Dodô, Vinicius Tobias, Ismailly, Marcos Antônio, Maycon, David Neres, Tetê, Pedrinho, Fernando e Júnior Moraes (naturalizado ucraniano) já deixaram a Ucrânia. Alguns estão na Moldávia, e outros na Romênia. Júnior Moraes, que se naturalizou ucraniano, doou R$ 287 mil para o governo do país.

• DÍNAMO DE KIEV
O atacante Vitinho deixou o país junto com os atletas do Shakhtar Donetsk. O jogador está na Romênia, e deve voltar para o Brasil em breve.

• INHULETS PETROVE
William conseguiu deixar o país, junto com os atletas do Metalist, e está na Polônia.

• METALIST
Fabinho, Marlyson e Derek conseguiram deixar a Ucrânia, e estão na Polônia.

• CHORNOMORETS ODESSA
O meia Wanderson postou nas suas redes sociais que conseguiu deixar o país, e está na Romênia.

• VORSKLA POLTAVA
Lucas Rangel deixou a Ucrânia e está na Polônia.

• KOLOS KOVALIVKA
Renan Oliveira e Diego Carioca já estão na Romênia e planejam voltar para o Brasil em breve.

• RUKH LVIV
Edson e Talles estão na Hungria, após deixarem a Ucrânia.

• ZORYA LUHANSK
Juninho e Guilherme Smith conseguiram deixar a Ucrânia e estão na Polônia.

• DNIPRO
Felipe Pires, Busanello e Bill já chegaram ao Brasil.

Flamengo, Jogadores, Ucrânia, Empréstimo, Brasil, Mengão


411 visitas – Fonte: Goal.com



VEJA TAMBÉM

Rival do RJ faz consulta por Rodinei e Flamengo responde sobre possível venda do lateral

Gustavo Henrique avança em recuperação e tem possibilidade de voltar diante do Vasco

Jogadores de clubes da Ucrânia poderão atuar por empréstimo no Brasil? Entenda

VEJA: Torcidas organizadas do Flamengo se mobilizam e exigem a saída de Isla: “Não tem caráter”

CONFIRA: Paulo Sousa explica situação de Marinho no Flamengo e abre o jogo sobre reforços: “Confiante”

E MAIS:

CEBOLINHA NO FLAMENGO OU PALMEIRAS? LISTA PRO MUNDIAL; DIEGO COSTA VEM HJ? ANDREAS: MICHAEL E MAIS

Instale o app do Flamengo para Android, receba notícias e converse com outros flamenguistas no Fórum!
Notícias de contratações do Flamengo
Notícias mais lidas



Link Original

E pra você que curte o mundo esportivo -- entre agora mesmo em Palpites GE e tenha sempre em mãos as melhores dicas de investimento no futebol brasileiro e internacional.