Notícias

Andreas quebra silêncio após erro e faz promessa: “vou reconquistar vocês”

O jogador rubro-negro falhou no lance que deu o gol do título da Libertadores ao Palmeiras


O Flamengo entrou em campo na tarde deste sábado (27), em Montevidéu, no Uruguai, e decepcionou a Nação. Isso porque, com o Estádio Centenário lotado de rubro-negros, o Fla foi derrotado por 2 a 1 pelo Palmeiras e perdeu o título da Libertadores da América. Um dos atletas que teve participação negativa foi Andreas Pereira, que falhou no gol que garantiu a taça ao Alviverde. Nas redes sociais, o jogador pediu desculpas à torcida e prometeu dedicação para dar a volta por cima.

“Nação , to aqui com coração apertado! Hoje eu errei ! Não faltou vontade, raça… e nunca vai faltar!
Momentos difíceis mostram o caráter do nosso grupo que nesses 3 meses me acolheu na família com tanto carinho!
Peço desculpas pelo erro de hoje! Eu prometo, vou reconquistar vocês”, disse o belga-brasileiro em suas redes sociais. 

VEJA A PUBLICAÇÃO

O erro citado foi no primeiro tempo da prorrogação, quando a partida contra o Palmeiras estava empatada em 1 a 1. O craque perdeu a bola para o atacante Deyverson, na entrada da área, que saiu cara a cara com Diego Alves e não desperdiçou.

Andreas Pereira pertence ao Manchester United e está emprestado ao Mengo até o meio da próxima temporada. Com isso, essa foi a primeira decisão do craque com a camisa do Fla, visto que o Mengo caiu na Copa do Brasil, na semifinal, e tem poucas chances no Brasileirão. O craque foi o segundo nome contratado na janela de transferências europeia, que ainda teve David Luiz, sem clube, e Kenedy, do Chelsea, trazidos para o Mengo.

Com Andreas em busca de dar a volta por cima, o Mengo retorna ao Brasil e se prepara para o duelo contra o Ceará, na terça-feira (30), pelo Brasileirão. O confronto é pela 35ª rodada do campeonato nacional e será às 20h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida marcará o reencontro com a torcida rubro-negra no Rio de Janeiro após a derrota para o Palmeiras, na Libertadores.

Link do texto